RELAÇÕES MINISTERIAIS

2008

 

Manual de Orientações Básicas

Superintendentes Regionais e Diretores de Campo/Diretores do ITQ

 

 

 

 

 

 

Conselho Estadual de Diretores

Comissão de Relações Ministeriais

 

ÍNDICE

 

I.      Introdução.. 2

II.        Base Legal - Diretrizes Nacionais, Circular 04/2005, 10/2006. 4

III.       Cronograma CRM 2008. 6

IV.       Avaliação – Fase 1. 7

A.    Entrevistas Regionais. 7

1.     Informações Gerais. 7

2.     Requisito básico. 7

3.     Programação. 7

4.     Aplicação da entrevista. 7

5.     Divulgação dos Resultados. 7

B.     Prova Escrita.. 7

1.     Local 7

2.     Inscrições. 7

3.     Procedimentos. 8

4.     Orientações importantes. 8

5.     Correção das provas e Redações. 9

6.     Divulgação dos Resultados. 10

C.    Documentação.. 10

1.     Adquirir o Manual do Postulante atualizado(ano 2008) 10

2.     Ler todas as instruções do Manual do Postulante. 10

3.     Preencher todos os campos solicitados. 10

4.     Anexar a documentação. 10

5.     Entrega do Manual 10

V.    Atribuições. 12

A.    Diretores do ITQ.. 12

B.     Superintendentes Regionais/Diretores de Campo Missionário.. 12

C.    Sobre a Comissão Especial para Assuntos Ministeriais. 13

D.    Secretaria Estadual. 13

VI.       Suporte.. 14

A.    Informações e orientações. 14

B.     Atendimento.. 14

VII.     Impressos. 15

A.    Ficha de Apresentação do Pastor Titular.. 15

1.     postulantes  ao ingresso ou reingresso no ministério - Obreiros Credenciados. 15

2.     postulantes a categoria Aspirante ao Ministério; 15

3.     postulantes a categoria Ministro. 15

B.     Kit para realização da Entrevista Regional. 15

C.    Kit para realização da Prova Escrita.. 15

 

 

 

 

 

Elaboração: Rev. Sinesio Carlos dos Santos

Supervisão: Rev. Nelson Oliveira Prestes, Presidente da Comissão de Relações Ministeriais

I.       Introdução

A Comissão de Relações Ministeriais do Estado de São Paulo apresenta o Manual 2008. Este contém todas as orientações referentes ao processo de  avaliação e aprovação dos postulantes ao ingresso, readmissão e ascensão no ministério da Igreja do Evangelho Quadrangular.  Elaborado pela Comissão de Relações Ministeriais do Estado de São Paulo, o presente manual foi baseado nas diretrizes e orientações do Conselho Nacional de Diretores e Secretaria Geral de Administração e Finanças. Algumas mudanças foram implementadas no processo das Relações Ministeriais, o que exige de todos envolvidos nestas atividades atenção redobrada, a fim de evitar erros ou mal-entendidos.

 

Solicitamos que cada Superintendente Regional/Diretor de Campo e Ditretor de ITQ faça uma leitura acurada deste manual a fim de tomar conhecimento das mudanças contidas no Processo do presente ano, bem como precaver-se de possíveis equívocos.  Relacionamos abaixo, alguns itens que, se mal executados, causarão problemas no andamento do processo, prejudicando desta forma os postulantes.  Alguns dos procedimentos a seguir estão incluídos por se tratarem de erros cometidos e outros como alerta.

 

  • Inscrições de postulantes – O não cumprimento do prazo na inscrição dos seus postulantes gera problemas para a Comissão, uma vez que o sistema desativa automaticamente as inscrições. Solicitamos a atenção de superintendentes/diretores de campo e diretores do ITQ quanto ao cumprimento dos prazos;
  • Entrevistas – é importante que todos os entrevistadores sejam orientados quanto ao seu papel, evitando constrangimentos aos postulantes e assim prejudicando-os;
  • Prova Escrita – a lisura do processo é de suma importância. As provas não devem ser abertas antecipadamente e não deve ser permitido a nenhum dos postulantes conhecimento prévio do seu conteúdo. Estamos preparando homens e mulheres para o ministério e a falta de lisura compromete todo o trabalho realizado.
  • Documentação – Tivemos diversos problemas quanto a documentação, dentre eles destacamos:
    • Falta de certificado de conclusão de um dos cursos teológicos e/ou certificado inválido – os candidatos devem providenciar com antecedência a solicitação do mesmo junto ao ITQ. Existem alguns detalhes que precisam ser alvo da atenção de todos no que se refere ao certificado:
      • OBREIROS CREDENCIADOS

Certificado de um dos cursos oficiais da Secretaria Geral de Educação e Cultura (cópia frente e verso, apresentação do original. Quais são os certificados válidos?

§         Curso Básico da ECQ - expedido até 2002(não há necessidade das disciplinas complementares e obrigatórias - Administração da Igreja e Igreja Local);

§         Curso Básico de Teologia do ITQ - expedido até 2002 (não há necessidade das disciplinas complementares e obrigatórias - Administração da Igreja e Igreja Local);

§         Curso Fundamental em Teologia Presencial (obrigatório carimbo das disciplinas complementares e obrigatórias - Administração da Igreja e Igreja Local);

§         Curso Fundamental em Teologia à Distância - EAD (obrigatório carimbo das disciplinas complementares e obrigatórias - Administração da Igreja e Igreja Local);

§         Curso de Formação de Educadores e Evangelistas de Crianças da Missão Quadrangular Cristo para as Crianças (obrigatório carimbo das disciplinas complementares e obrigatórias - Administração da Igreja e Igreja Local);

 

CASOS ESPECIAIS

Curso Regular ou Médio em Teologia expedido até 31/12/2003 - apresentar somente o diploma, sem necessidade das disciplinas complementares e obrigatórias - Administração da Igreja e Igreja Local);

Datas posteriores a 31/12/2003 - obrigatório apresentação do diploma do Primeiro Ano: Curso Básico em Teologia ou Curso Fundamental em Teologia, este com carimbo de aprovação em Administração da Igreja e Igreja Local(cópia frente e verso, apresentação do original).

      • ASPIRANTES AO MINISTÉRIO

Conhecimentos bíblicos, teológicos e intelectuais devidamente comprovados pelas instituições oficiais de educação da Igreja. Quais os certificados válidos?

        • Curso Regular ou Médio em Teologia – ITQ (3 anos); ou
        • Curso de Missões Urbanas e Transculturais

Observação: Os candidatos ao Aspirantado, terão que apresentar este documento somente se desejarem utilizar os certificados acima mencionados para eliminar a primeira das quatro nomeações exigidas. Se o candidato não possui os cursos acima, deverá apresentar obrigatoriamente 4 nomeações de acordo com o previsto em Estatuto e Regimento.

      • MINISTROS – Não é necessária a apresentação de certificados

 

    • Erro nas certidões de títulos e protestos – devem ser solicitadas certidões de todos os cartórios do município de residência do postulante e não apenas de uma das unidades;
    • Erros na certidão de distribuição cível 1 – Este foi dos documentos o que mais apresentou problemas . Por quê?
      • Erro 1 - um grande número de candidatos confundiu este documento com a certidão de distribuição criminal. São documentos distintos. Os candidatos devem ser orientados quanto a este fato;
      • Erro 2 - Inúmeros candidatos tinham apontamentos em sua certidão de distribuição cível. Nestes casos são possíveis três situações:
        • A pendência apontada na certidão já foi resolvida – neste caso, o candidato deve anexar também a CERTIDÃO DE OBJETO E PÉ, documento que confirma a baixa do processo junto a justiça;
        • A pendência apontada deve-se a homônimos – o candidato deve anexar também a CERTIDÃO DE HOMÔNIMOS;
    • Erros nos tipos de cópias apresentadas
      • 1 – o manual é muito claro quanto ao tipo de cópia que deve ser anexada. Os diretores devem observar com atenção, se a cópia anexada atende ao requisito do CND;
      • 2 – os diretores também devem vistar os documentos que permitem a cópia simples(sem autenticação) com apresentação do original. Tivemos inúmeros manuais sem os vistos dos diretores.
    • Manuais com problemas não devem ser enviados a SEEC – as pendências devem ser informadas aos candidatos e os manuais devolvidos aos mesmos.

 

Caso haja alguma dúvida, colocamo-nos à inteira disposição do ministério para esclarecer qualquer ponto contido ou não neste Manual (endereço no final).  Desejamos a todos envolvidos neste processo de avaliação e admissão dos postulantes ao ingresso e à promoção no ministério da Igreja do Evangelho Quadrangular, que sejam bem sucedidos e que cada um realize sua função com excelência. Agradecemos a todos.

 

COMISSÃO DE RELAÇÔES MINISTERIAIS

            UNIDOS PARA SERVIR

                                  Presidente: Rev. Nelson Oliveira Prestes

II.    Base Legal - Diretrizes Nacionais, Circular 04/2005, 10/2006

 

Os procedimentos adotados nas Relações Ministeriais no estado de São Paulo seguem as diretrizes estabelecidas pelo Conselho Nacional de Diretores e Secretaria Geral de Administração e Finanças da Igreja do Evangelho Quadrangular. A regulamentação foi estabelecida nas circulares nacionais acima mencionadas.

 

Além das diretrizes gerais estabelecidas, a SGAF realiza anualmente reuniões de trabalho com os presidentes das Comissões de Relações Ministeriais dos estados, onde são discutidos e apresentados ajustes ao processo, sempre visando o aperfeiçoamento dos trabalhos e a elevação do nível dos candidatos que ingressam no ministério ou buscam as categorias superiores.

 

Para a edição 2008, foram propostas algumas mudanças nas fases estabelecidas: Prova Escrita, Prova Oral (Entrevistas) e Documentação.  Veja abaixo como serão as Relações Ministeriais em 2008.

 

Os postulantes serão considerados aptos ao ingresso, readmissão ou ascensão no ministério, se cumprirem as seguintes etapas:

 

1.      FICHA DE APRESENTAÇÃO DO PASTOR  TITULAR;

 

31 de Maio de 2008

Os pastores que desejam apresentar candidatos ao processo 2008 devem fornecer aos mesmos este documento até o dia 31 de Maio, a fim de que esteja apto a participar das Entrevistas Regionais. O modelo da ficha encontra-se no final deste manual ou pode ser baixado no site da SEEC-SP;

 

2.      ENTREVISTAS REGIONAIS

 

07 de Junho de 2008

Munido da FICHA DE APRESENTAÇÃO DO PASTOR TITULAR, o postulante deve submeter-se às Entrevistas Regionais. Ver mais detalhes no item IV , sub item A.

 

3.      CARTA DE APRESENTAÇÃO DA REGIÃO

 

Se aprovado nas Entrevistas Regionais, o candidato receberá da Superintendência/Direção de Campo, este documento, acompanhado do resultado de sua avaliação;

 

4.      INSCRIÇÃO PARA A PROVA ESCRITA

 

14 de Junho de 2008 – Prazo Final

De posse da Ficha de Apresentação do Pastor Titular, Carta de Apresentação da Região/Campo e Resultado da Entrevista Regional, o postulante deve dirigir-se à unidade do ITQ mais próxima e inscrever-se para a Avaliação Escrita. O Postulante terá direito à inscrever-se para a Avaliação Escrita, somente se for aprovado na Entrevista Regional. Mais detalhes no item “IV- Inscrições”

 

5.      PROVA ESCRITA

 

05 de Julho de 2008

Somente poderão realizar a avaliação, candidatos que tenham se inscrito nas unidades do ITQ até o dia 14 de Junho de 2008. Ver mais detalhes: item IV, sub-item B;

6.      DOCUMENTAÇÃO

 

29 de Agosto de 2008 – Prazo final para entrega

Se aprovado na Prova Escrita, o postulante deve providenciar a documentação exigida pelo CND e descrita no Manual do Postulante. Uma vez totalmente preenchido e com toda a documentação anexada, o manual deve ser entregue na unidade onde o postulante prestou a Prova Escrita até o dia 29 de Agosto de 2008, impreterivelmente. Importante destacar que a documentação pode ser entregue nas unidades do ITQ antecipadamente, ou seja, antes de 29 de agosto. Ver mais detalhes: item IV, sub-item C;

 

7.      CONVENÇÃO ESTADUAL 2008

 

14 a 16 de Outubro de 2008

Se a documentação for homologada pelo CND, o postulante deve comparecer obrigatoriamente à Cerimônia de Apresentação/Consagração que se realiza durante a Convenção Estadual, sob pena de anulação do processo. Artigo 19 Parágrafos 1o. e 2o. ; Artigo 22 Parágrafos 1o. ao 5o. e Artigo 28 Parágrafos 1o. ao 3o. do Regimento Interno.

 

Orientações

Haverá reunião com todos os postulantes (obreiros credenciados, aspirantes e ministros) aprovados no processo no dia 15 -  após o Culto da Manhã, no auditório principal, onde receberão treinamento e orientações finais para a solenidade.

Somente participam da apresentação ou consagração, candidatos que estiverem com a sua documentação rigorosamente correta, tendo sido aprovados nas avaliações oral e escrita, cujos processos tenham sido homologados pelo Conselho Nacional de Diretores. A Comissão de Relações Ministeriais apresentará somente candidatos cujos nomes figurem na lista oficial fornecida pelo Conselho Nacional de Diretores, após análise da documentação.

 

Cerimônia de Apresentação dos Obreiros e Aspirantes

 

Os candidatos a Obreiro Credenciado e a Aspirante serão apresentados na Quinta-Feira, 16 de Outubro, pela manhã, devendo estar no local da apresentação, às 7h30 da manhã, a fim de assinar a lista de presença (obrigatório) e ocuparem seus lugares.  Os candidatos devem comparecer a solenidade de apresentação em traje social, exigindo-se dos homens o uso de paletó e gravata, e portando em suas mãos um exemplar da Bíblia Sagrada.  O candidato que não assinar a lista de presença será considerado ausente da solenidade, tendo sua postulação cancelada, devendo repetir o processo na íntegra no ano seguinte.

 

Cerimônia de Consagração dos Ministros

 

Os Ministros serão consagrados em Culto Solene, na Quinta-Feira, 15 de Outubro, à noite, devendo estar no local da consagração às 18h00 para assinarem a lista de presença (obrigatório) e ocuparem os seus lugares.  Os Ministros admitidos devem comparecer a solenidade de consagração em traje social, exigindo-se dos homens o uso de paletó e gravata, e portando em suas mãos um exemplar da Bíblia Sagrada. Se casado, comparecerá a solenidade acompanhado de seu cônjuge, com o objetivo de assumir publicamente, ante a sua presença, as responsabilidades do exercício ministerial. .  O candidato que não assinar a lista de presença será considerado ausente da solenidade, tendo sua postulação cancelada, devendo repetir o processo na íntegra no ano seguinte.

III. Cronograma CRM 2008

 

 

DATA

Atividade

30/04

Relações Ministeriais

Divulgação do Manual de Orientações Básicas

Responsáveis:

SEEC

Local:

Correspondências/Site da SEEC

07/06

Prova Oral/Entrevistas – Aplicação

Obrigatório Ficha de Apresentação do Pastor Titular

Responsáveis:

Comissão Regional de Relações Ministeriais

Local: Sedes Regionais

14/06

Prazo Final para Inscrição dos Postulantes

Obrigatório Ficha de Apresentação do Pastor Titular, Carta de Apresentação da Região e Resultado da Entrevista

Responsáveis:

Diretores dos ITQ´s

Local:

Unidades do ITQ

30/06

Prova Escrita

Remessa das Provas para as Unidades

Responsáveis:

SEEC

05/07

Prova Escrita

Aplicação

Somente candidatos aprovados nas Entrevistas e inscritos nos ITQ’s

Supervisão:

Superintendentes

Aplicação:

Diretores dos ITQ´s

Local:

Unidades do ITQ

15/07

Prova Escrita

Resultados

Aprovados os candidatos que obtiverem média mínima 7,0 (sete) pontos.

Responsáveis

SEEC

Local:

Site da SEEC

29/08

Documentação

Entrega dos Manuais de Postulantes

Responsáveis:

Diretores do ITQ

Local:

Unidades do ITQ

15/09

Resultado Final

A análise final da documentação será realizada pelo Conselho Nacional de Diretores

Responsáveis:

SEEC

Local:

Site da SEEC

14-16/10

CONVENÇÃO ESTADUAL

Apresentação/Consagração dos Postulantes

Responsáveis:

CED/SEEC

Local:

Santos, Mendes Convention

 

IV.   Avaliação – Fase 1

A.     Entrevistas Regionais

Os Postulantes que forem indicados pelos pastores titulares estando, portanto, de posse da FICHA DE APRESENTAÇÃO DO PASTOR TITULAR, deverão submeter-se a uma avaliação oral (entrevista), cujas informações seguem abaixo:

 

1.      Informações Gerais

As Entrevistas serão realizadas nas Sedes Regionais e não mais nos Distritos, como vinha acontecendo nos últimos anos.

 

2.      Requisito básico

Somente participam desta etapa os candidatos que forem indicados pelos seus pastores titulares, mediante modelo oficial de FICHA DE APRESENTAÇÃO DO PASTOR TITULAR ao Presidente da Comissão Especial para Assuntos Ministeriais.

 

3.      Programação

A entrevista deverá ser realizada na data e horário estabelecidos, em todo o Estado de São Paulo, ou seja, dia 07 de junho de 2008 . Sem exceção.

 

Início: 9 horas

Encerramento: Às 12h o superintendente regional/diretor de campo dará o processo por encerrado:

 

ü      Se aprovado o candidato, este deve receber da Comissão Especial:

a.      A Ficha de Apresentação do Pastor Titular apresentada;

b.      Resultado oficial da Entrevista;

c.       Carta de Apresentação da Região/Campo.

 

4.      Aplicação da entrevista

A aplicação da entrevista será realizada pela Comissão Especial da Região, de acordo com as diretrizes da Comissão de Relações Ministeriais.

 

5.      Divulgação dos Resultados

ü      Os resultados serão informados ao candidato, no mesmo dia, ao final da Entrevista, o qual deve receber a documentação acima mencionada.

 

B.     Prova Escrita

1.      Local

A prova escrita será ministrada nas unidades do ITQ. As regiões que não possuem ITQ devem inscrever os seus Postulantes na unidade do ITQ mais próxima até o dia 11 de junho de 2008, sendo o prazo final para as unidades inscreverem os Postulantes 14 de junho de 2008.

 

2.      Inscrições

Todos os candidatos ao processo de postulação devem ser inscritos nas unidades do ITQ da região ou na unidade mais próxima, caso a região não possua unidade do ITQ. Os endereços das unidades de ensino do seu distrito podem ser obtidos no site da Secretaria Estadual: www.seecsp.org.br. Veja abaixo como fazer a inscrição do postulante:

 

a)      Comparecer a Unidade do ITQ da Região ou mais próxima

Os postulantes devem comparecer ao ITQ munidos dos seguintes documentos:

 

§       FICHA DE APRESENTAÇÃO DO PASTOR TITULAR;

§       CARTA DE APRESENTAÇÃO DA REGIÃO; e

§       RESULTADO DA ENTREVISTA.

 

b)      Protocolo de Inscrição

As unidades do ITQ devem protocolar a inscrição do candidato utilizando o impresso que está no final deste manual. O candidato obrigatoriamente deve apresentar o protocolo no dia da prova escrita.

 

3.      Procedimentos

a)      Remessa das provas às Unidades do ITQ

 

A SEEC remeterá as provas para as unidades do ITQ, as quais devem ser abertas somente no dia e horário da avaliação escrita, perante o Presidente e Diretor(a) do ITQ,  Superintendentes presentes e Postulantes.

 

Nota: O diretor que estiver fazendo parte do processo de avaliação na qualidade de Postulante, não poderá participar do ato de abertura do envelope contendo as provas e nem ministrar a avaliação, devendo esta incumbência ser transferida ao vice-diretor ou alguém indicado pelo Superintendente.

 

b)      Abertura do Kit de Avaliação

                                       

A abertura do envelope acontecerá somente no horário e local da prova, uma vez que a SEEC está enviando avaliações personalizadas de acordo com as inscrições elaboradas pelas unidades. Cada unidade receberá as provas correspondentes aos candidatos que inscreveu, já devidamente personalizadas com nome e CPF do mesmo.

 

c)      Direção, organização e aplicação da Prova Escrita

 

A avaliação escrita será presidida pelo Presidente do ITQ e ministrada por seu Diretor. Todos os Superintendentes presentes no ato da avaliação escrita serão honrados co-presidindo o processo.

 

4.      Orientações importantes

a)      Conteúdo

A avaliação constará de uma redação com tema específico e de uma prova contendo 35 (trinta e cinco) testes distribuídos nos seguintes assuntos:

§         Estatuto

§         Regimento Interno

§         Evangelho Quadrangular

§         Declaração de Fé

§         Administração de Igreja

§         Igreja Local

§         Conhecimentos Bíblicos

§         Atualidades (Política, Esportes, Economia, etc)

 

Nota: A avaliação terá um total de 10 pontos, sendo distribuídos da seguinte  forma:

 

Prova (testes):           8,0

Redação:                   2,0

 

b)      Nota para Aprovação

 

Será considerado aprovado o candidato que obtiver no mínimo 7,0 (sete) pontos.

 

c)      Data e Horário

 

A avaliação será realizada no dia 05 de julho de 2008, das 9 às 12 horas, impreterivelmente;

Os postulantes devem estar no local da avaliação às 8h30min, munidos de seu RG, CPF, Protocolo de Inscrição, caneta esferográfica azul ou preta;

Haverá lista de presença.

 

d)      Programação

 

A prova deverá ser realizada na data e horário estabelecidos, em todo o Estado de São Paulo, sem exceção.

 

Redação (Dissertação) - 9h às 10h

A redação corresponde a 20% do valor total da avaliação, logo, é um item muito importante a ser observado pelos candidatos.

 

Prova - 10h às 12h – 35 questões – múltipla escolha.

 

Encerramento - Às 12h o Diretor da unidade dará o processo por encerrado:

 

ü      Os candidatos devem transcrever para o gabarito oficial, com muita atenção, as respostas apontadas na prova;

ü      As provas ficarão em poder dos candidatos;

ü      Deve ser remetido para a SEEC:

a.      somente o gabarito e a folha de redação, devidamente assinados pelo postulante;

b.      lista de presença devidamente assinada por todos os postulantes

c.       relatórios

ü      Este material deve ser envelopado pelos responsáveis pelo processo e remetido à SEEC na segunda-feira,  dia 07 de julho, por SEDEX com Aviso de Recebimento;

ü      Os responsáveis devem utilizar as etiquetas de endereçamento contidas no KIT de Avaliação.

 

Observação: Recomendamos aos Superintendentes e Diretores de ITQ que organizem um Curso Preparatório para os Postulantes. A base deve ser as matérias solicitadas pela CRM.  Façam testes exaustivos ensinando o uso do gabarito.

 

5.      Correção das provas e Redações

 

A correção das provas será realizada pela Secretaria Estadual de Educação e Cultura, cabendo ao Diretor da unidade de ensino, conforme orientação no item anterior, encaminhá-las ao seu destino. As correções acontecerão de acordo com a ordem de chegada do material, a partir de terça-feira, dia 08 de junho de 2008.

Observação: É vedado aos Diretores, ou qualquer pessoa, dar quaisquer informações aos Postulantes, referente ao seu desempenho na Redação ou nos Testes. Cabe somente à CRM a avaliação e divulgação dos resultados.

 

6.      Divulgação dos Resultados

 

Os resultados serão publicados via Internet, no site www.seecsp.org.br, a partir do dia 15 de julho. Veja como consultar:

 

ü      Candidatos: Inserir número do CPF;

ü      Superintendentes: Inserir número da Região e o seu CPF;

ü      Diretores das unidades: Inserir o número da unidade e o seu CPF.

 

 

C.     Documentação

Os candidatos aprovados nas entrevistas regionais e avaliação escrita, terão 46 dias para providenciar a documentação necessária ao ingresso, reingresso ou ascensão na carreira ministerial. Para cumprir esta etapa o candidato deve:

 

1.      Adquirir o Manual do Postulante atualizado(ano 2008)

Disponível na Editora Quadrangular. Deve adquirir o manual para a categoria que vai postular. Não são aceitos manuais de anos anteriores em virtudes de modificações que ocorrem anualmente no processo. Lembramos que o candidato pode informar-se quanto aos documentos necessários no site da SEEC, podendo assim adiantar as providências enquanto não obtém o manual.

 

2.      Ler todas as instruções do Manual do Postulante

O índice de reprovação por erros na documentação, causados pela falta de atenção nas instruções e orientações contidas no manual, diminuiu sensivelmente em 2007, porém, a atenção é sempre necessária e evita problemas desnecessários.

 

3.      Preencher todos os campos solicitados

Todos os campos que são da alçada do candidato, do pastor titular e da superintendência regional, devem estar obrigatoriamente preenchidos.

 

4.      Anexar a documentação

Toda a documentação solicitada deve ser anexada ao manual. As páginas onde devem ser colados os documentos trazem orientações específicas para cada documento e situação. Os candidatos devem ler com atenção estas informações, pois, documentos incorretos ou incompletos acarretam no cancelamento do processo.

 

A exemplo dos anos anteriores, lembramos que o postulante que não apresentar todos os documentos solicitados terá o seu processo indeferido, devendo refazer todo o processo no próximo ano. Não são aceitos protocolos de documentos(norma do Conselho Nacional de Diretores).

 

5.      Entrega do Manual

Local: Instituto Teológico Quadrangular – o candidato deve entregar o seu manual na unidade onde se inscreveu para participar do processo seletivo.

 

Data: 29 de Agosto de 2008.

 

Informações e dúvidas quanto à documentação devem ser tiradas junto aos diretores dos ITQ´s. Os manuais serão analisados em última instância pelo Conselho Nacional de Diretores, que emitirá a lista final de deferidos e indeferidos quanto a documentação. Logo, é importante que os candidatos tenham o máximo de atenção na elaboração dos documentos; bem como cabe aos diretores dos ITQ´s analisarem com muita atenção os manuais entregues, para evitar problemas futuros.

 

Os candidatos devem acompanhar o processo do início ao fim para poderem esclarecer em tempo hábil quaisquer dúvidas que ocorram a respeito do mesmo.

 

V.      Atribuições

A.     Diretores do ITQ

ü      Promover Cursos de Preparação dos Postulantes; incluindo orientação sobre a utilização do gabarito;

ü      Receber e efetuar a inscrição dos candidatos por meio do Sistema Administrativo da Secretaria Estadual de Educação, lembrando que somente podem ser inscritos candidatos portadores das FICHAS DE APRESENTAÇÃO DO PASTOR TITULAR, FOLHA OFICIAL DO RESULTADO DA ENTREVISTA REGIONAL E CARTA DE APRESENTAÇÃO DA REGIÃO;

ü      Entregar o protocolo de inscrição aos candidatos;

ü      Aplicar a Prova Escrita nas datas e horários estabelecidos pela Comissão de Relações Ministeriais, sob a presidência do Superintendente Regional;

ü      Cuidar para que a Lista de Presença seja assinada por todos os candidatos;

ü      Entregar o Protocolo de Participação da Prova Escrita aos candidatos;

ü      Remeter o kit de avaliação da prova escrita para a SEEC no prazo estabelecido;

ü      Relatar fielmente possíveis ocorrências durante a avaliação;

ü      Divulgar os resultados da Prova Escrita aos candidatos inscritos em sua unidade;

ü      Receber e conferir a documentação dos candidatos. Manuais incorretos ou incompletos não devem ser enviados a Secretaria Estadual de Educação;

 

B.     Superintendentes Regionais/Diretores de Campo Missionário

ü      Estabelecer e presidir a Comissão Especial para Assuntos Ministeriais da Região ou Campo Missionário, responsável pela avaliação dos candidatos apresentados pelos pastores titulares, obedecendo-se aos seguintes critérios quanto a sua formação:

·         O Superintendente/ Diretor de Campo escolherá , no mínimo, cinco Pastores Titulares da Região, podendo convidar pastores titulares de outras regiões, para fazer parte da mesma;

·         Nas regiões onde existem unidades do ITQ em funcionamento, o Diretor também fará parte da Comissão, obedecendo-se o máximo de cinco integrantes;

ü      Zelar para que sejam avaliados pela Comissão somente os candidatos portadores da CARTA DE APRESENTAÇÃO DO PASTOR TITULAR.

ü      Zelar para que a Entrevista seja realizada de acordo com as diretrizes estabelecidas pela Comissão de Relações Ministeriais;

ü      Divulgar o resultado da Entrevista ao candidato no mesmo dia de sua realização;

ü      Inscrever os Postulantes de sua região junto ao ITQ, conforme orientações contidas neste manual.

ü      Promover Cursos de Preparação dos Postulantes; incluindo orientação sobre a utilização do gabarito.

ü      Presidir a Avaliação Escrita, cuja aplicação é de responsabilidade do Diretor do ITQ. Se o diretor estiver participando do processo seletivo, a função passa automaticamente ao Vice-Diretor, e assim sucessivamente;

ü      Orientar os postulantes da região naquilo que for necessário para o êxito do mesmo durante o processo seletivo, contribuindo assim para o sucesso dos trabalhos da Comissão no estado;

ü      Dar total apoio ao trabalho do Diretor do ITQ nas questões que se fizerem necessárias;

C.     Sobre a Comissão Especial para Assuntos Ministeriais

ü      Será presidida pelo Superintendente/Regional/Diretor de Campo Missionário e realizará a Avaliação Oral nas Regiões e Campos de acordo com as diretrizes da Comissão de Relações Ministeriais, não permitindo que os avaliadores fujam as regras estabelecidas;

ü      Seus entrevistadores velarão para que haja discrição e humanidade em relação aos Postulantes.

ü      Entregará o Protocolo de Participação da Entrevista aos candidatos;

ü      Cuidará para que a Lista de Presença seja devidamente assinada por todos os postulantes;

 

D.     Secretaria Estadual

ü      Divulgar lista de Postulantes Inscritos

ü      Elaborar o processo seletivo e divulgar as informações de forma clara e rápida a todo o ministério do estado de São Paulo;

ü      Dar subsídios aos Diretores de ITQ, Superintendentes Regionais/Diretores de Campo e Líderes Distritais para a realização das etapas do processo;

ü      Corrigir e divulgar os resultados da Avaliação Escrita;

ü      Divulgar os resultados da Avaliação da Documentação pelo CND;

ü      Dirigir as atividades de apresentação e consagração dos postulantes durante a Convenção Estadual;

 

VI.   Suporte

 

A Comissão de Relações Ministeriais dará suporte a todas as etapas do processo aos Superintendentes Regionais/Diretores de Campo, Comissões Especiais para Assuntos Ministeriais, Diretores de ITQ e candidatos.

 

A.     Informações e orientações

Todas as informações ficarão disponíveis no site da SEEC: www.seecsp.org.br, RELAÇÕES MINISTERIAIS.

 

B.     Atendimento

E-mail: relacoesministeriais@seecsp.org.br

Fone: (11) 3333-6700 – Segunda a Sexta – 8h00 às 17h00

Ou pessoalmente - Escritório da SEEC – R. Fortunato, 78 – Santa Cecília – SP - SP

 

 

VII.                Impressos

 

Todas as etapas do processo das Relações Ministeriais são documentados mediante impressos especificamente elaborados pela Secretaria Geral de Administração e Finanças/CND e devem obrigatoriamente ser utilizados pelos responsáveis nas diversas etapas. Veja abaixo uma síntese destes documentos e modelos e a forma como obtê-los.

 

A.     Ficha de Apresentação do Pastor Titular

Documentos disponíveis nas páginas seguintes deste manual ou no site da SEEC, Relações Ministeriais.

 

1.      postulantes  ao ingresso ou reingresso no ministério - Obreiros Credenciados

Modelo que deve ser  utilizado para inscrever os novos Obreiros Credenciados ou pessoas que venham a solicitar  o reingresso ao ministério quadrangular. Apresentação obrigatória no ato da inscrição para a Entrevista Regional e para a Prova Escrita.

 

2.       postulantes a categoria Aspirante ao Ministério;

Modelo que deve ser  utilizado para inscrever os postulantes a categoria Aspirante ao Ministério.

 

3.      postulantes a categoria Ministro

Modelo que deve ser  utilizado para inscrever os postulantes a categoria Ministro.

 

B.     Kit para realização da Entrevista Regional

Todo o material necessário para a realização das entrevistas regionais serão enviados para as regiões pela Comissão de Relações Ministeriais. São eles:

 

§         Lista de Presença;

§         Questionário avaliativo;

§         Folha oficial de resultado;

§         Carta de Apresentação da Região/Campo.

 

C.     Kit para realização da Prova Escrita

Todo o material necessário para a realização da Prova Escrita, será enviado para as unidades do ITQ pela Comissão de Relações Ministeriais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

COMISSÃO DE RELAÇÕES MINISTERIAIS 2008

ENTREVISTAS REGIONAIS

Ficha de Apresentação do Pastor Titular

OBREIRO CREDENCIADO

 

 

DADOS DO POSTULANTE

Nome

CPF

 

 

TIPO DE POSTULAÇÃO

 

INGRESSO

 

REINGRESSO(Retorno ao Ministério Quadrangular)

 

PRONTUÁRIO

 

Obrigatório para situação de REINGRESSO ao Ministério

 

 

DADOS DA IGREJA DO POSTULANTE

  da Região

Superindente Regional/Diretor de Campo

Código da Igreja

Pastor Titular

Endereço

No.

Complemento

Bairro

Município

UF

E-mail

DDD e Fone

(          )

 

Assinatura do Pastor Titular

Assinatura do Postulante

ATENÇÃO: Esta ficha deve ser guardada e apresentada juntamente com a Carta de Apresentação da Região e resultado da Entrevista no ato da inscrição para a Prova Escrita. Caso o candidato seja aprovado, este documento será anexado ao Manual do postulante.

 

corte aqui -------------------------------destaque e entregue ao postulante-------------------------------- corte aqui

 

COMISSÃO DE RELAÇÕES MINISTERIAIS 2008

ENTREVISTAS REGIONAIS

Comprovante de Comparecimento

Nome do Postulante

CPF

CATEGORIA POSTULADA

 

OBREIRO CREDENCIADO

 

  da Região

Superindente Regional/Diretor de Campo(nome legível)

Código da Igreja

 

 

Data da Inscrição

Assinatura do Superintendente Regional/Diretor de Campo

 

Guarde este documento em local seguro até o final do processo. Em caso de extravio, ele comprova a sua participação nas Entrevistas obrigatórias.

COMISSÃO DE RELAÇÕES MINISTERIAIS 2008

ENTREVISTAS REGIONAIS

Ficha de Apresentação do Pastor Titular

Categoria Postulada: ASPIRANTE AO MINISTÉRIO

 

DADOS DO POSTULANTE

Nome

CPF

 

Nomeação Atual

 

 

Pastor Titular

 

Auxiliar em Tempo Integral

 

Auxiliar em Tempo Parcial

 

 

DADOS DA IGREJA DO POSTULANTE

  da Região

Superindente Regional/Diretor de Campo

Código da Igreja

Pastor Titular

Endereço

No.

Complemento

Bairro

Município

UF

E-mail

DDD e Fone

(          )

 

Assinatura do Pastor Titular

Assinatura do Postulante

ATENÇÃO: Esta ficha deve ser guardada e apresentada juntamente com a Carta de Apresentação da Região e resultado da Entrevista no ato da inscrição para a Prova Escrita. Caso o candidato seja aprovado, este documento será anexado ao Manual do postulante.

 

corte aqui -------------------------------destaque e entregue ao postulante-------------------------------- corte aqui

 

COMISSÃO DE RELAÇÕES MINISTERIAIS 2008

ENTREVISTAS REGIONAIS

Comprovante de Comparecimento

Nome do Postulante

CPF

CATEGORIA POSTULADA

 

ASPIRANTE AO MINISTÉRIO

 

  da Região

Superindente Regional/Diretor de Campo(nome legível)

Código da Igreja

 

 

Data da Inscrição

Assinatura do Superintendente Regional/Diretor de Campo

 

Guarde este documento em local seguro até o final do processo. Em caso de extravio, ele comprova a sua participação nas Entrevistas obrigatórias.

COMISSÃO DE RELAÇÕES MINISTERIAIS 2008

ENTREVISTAS REGIONAIS

Ficha de Apresentação do Pastor Titular

Categoria Postulada: MINISTRO

 

DADOS DO POSTULANTE

Nome

CPF

 

Nomeação Atual

 

 

Pastor Titular

 

Auxiliar em Tempo Integral

 

Auxiliar em Tempo Parcial

 

 

DADOS DA IGREJA DO POSTULANTE

  da Região

Superindente Regional/Diretor de Campo

Código da Igreja

Pastor Titular

Endereço

No.

Complemento

Bairro

Município

UF

E-mail

DDD e Fone

(          )

 

Assinatura do Pastor Titular

Assinatura do Postulante

ATENÇÃO: Esta ficha deve ser guardada e apresentada juntamente com a Carta de Apresentação da Região e resultado da Entrevista no ato da inscrição para a Prova Escrita. Caso o candidato seja aprovado, este documento será anexado ao Manual do postulante.

 

corte aqui -------------------------------destaque e entregue ao postulante-------------------------------- corte aqui

 

COMISSÃO DE RELAÇÕES MINISTERIAIS 2008

ENTREVISTAS REGIONAIS

Comprovante de Comparecimento

Nome do Postulante

CPF

CATEGORIA POSTULADA

 

MINISTRO

 

  da Região

Superindente Regional/Diretor de Campo(nome legível)

Código da Igreja

 

 

Data da Inscrição

Assinatura do Superintendente Regional/Diretor de Campo

 

Guarde este documento em local seguro até o final do processo. Em caso de extravio, ele comprova a sua participação nas Entrevistas obrigatórias.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Ao Ilmo Sr.

 

Presidente da Comissão de Relações Ministeriais da

 

Convenção Estadual de _________________________________________

 

Rev. ________________________________________________________

 

Prezado Pastor,

 

Conforme determina o artigo 18º de nosso Regimento Interno, venho pela presente, requerer de V. Revª, que se digne apreciar o nome de _____________________________________________________________________

__________________________________________________________________como postulante a categoria __________________, ingressando assim no ministério da Igreja do Evangelho Quadrangular. Declaramos que o mesmo foi submetido ao processo seletivo regional, sendo aprovado, conforme documento enviado em anexo. Tendo bom testemunho e recomendações do Pastor e Conselho Diretor Local de sua igreja, segue também sob minha recomendação, na certeza de que esta egrégia Comissão fará justa avaliação de sua vocação e potencial de ministério. Ao ensejo, agradecemos antecipadamente e nos colocamos à disposição de V. Revª para outras informações que possam se fazer necessárias.

Fraternalmente em Cristo,

 

Data

Local

 

 

 

 

assinatura do Superintendente/Diretor de Campo

 

 

DADOS DO SUPERINTENDENTE/DIRETOR DE CAMPO

Nome legível

Prontuário

DADOS DA REGIÃO/CAMPO

CÓDIGO:

Endereço

Complemento

Cidade

Bairro

E-mail

DDD e Fone

(          )